Análise de Riscos: uma abordagem de negócios

29 de abril de 2016

Geralmente, quando se fala em Análise de Riscos, nos surge a imagem de um grupo de engenheiros analisando as possibildiades de acidentes em uma instalação…Ou então, em uma mesa cheia de economistas, estudando quais as empresas de suas carteiras de investimentos, que apresentam menor chance de perda.

Em PCN (Plano de Continuidade de Negócios), uma Análise de Risco é fundamental para orientar a abrangência de suas atividades de planejamento.

Entretanto, a forma como esta análise é realizada difere -e muito- daquela que as seguradoras utilizam, por exemplo.

A Análise de Riscos desenvolvida para um PCN é baseada na vivência e experiência dos Gestores de Processos da Empresa, que melhor poderão falar a respeito de fatos que ocorreram ou que possam vir a ocorrer no seu próprio ambiente de negócios, como o Data Center de uma grande empresa de São Paulo, que está situado 10 cm abaixo do nível do Rio Tietê.

Na verdade, como o principal foco de um trabalho de PCN é a continuidade de processos frente ocorrência de eventos, aproveitamos suas conseqüências para gerar um índice que indica a importância de cada um.

Os Riscos, sempre inerentes à processos, lugares e pessoas, são particulares. Não podem ser generalizados, tampouco avaliados sem uma vistoria pessoal.

O Risco é uma variável extremamente subjetiva: dependendo do objetivo que perseguimos, podemos considerar itens agravantes ou não.

Por exemplo: em um ambiente de TI (Tecnologia de Informação) ou numa Indústria Farmacêutica (Sala Limpa), podemos considerar o risco de incêndio, com igual valor. Mas quando formos considerar o risco de inundação (interna, provocada por rompimento de tubulação), devemos
avaliar se o local (área georgráfica) onde o ambiente está situado, é sujeito a enchentes (inundação externa, provocada pelo aumento de chuvas ou transbordamento de rios).

Tudo vai depender do escopo do nosso PCN, e da prioridade que estaremos dando aos processos, de acordo com a Análise de Impacto de Negócios.